Pesquisar Matérias


Cães são capazes de curar o coração e a alma com amor e gratidão: Homem adotou 10 para combater a tristeza

Adote Um Anjo


A gama de emoções despertadas quando um animal morre pode ser bastante ampla, complicada e difícil de lidar.

Algumas pessoas podem se sentir prontas para viver com um novo animal imediatamente, mas há pessoas que precisam de mais tempo.

Seu nome é Seu nome é Steve Greig, contador da cidade de Colorado, Estados Unidos, que, depois de sofrer a morte de seu cachorro, o mundo parecia ter acabado para ele.

Nada poderia animá-lo, a morte de seu melhor amigo especial era notavelmente difícil para ele., contador da cidade de Colorado, Estados Unidos, que, depois de sofrer a morte de seu cachorro, o mundo parecia ter acabado para ele.

Nada poderia animá-lo, a morte de seu melhor amigo especial era notavelmente difícil para ele.

“Fiquei tão chocado com o que aconteceu. Um, dois meses se passaram e eu ainda me sentia horrível. Eu pensei que não havia como me sentir melhor, tudo mudou desde a morte do meu cachorro", disse ele.

No entanto, para combater o vazio e a tristeza que pesavam em seu coração, quando o tempo do luto terminou, ocorreu a Greig ajudar outros animais a serem adotados.

Principalmente àqueles que até agora haviam sido ignorados por causa de sua idade e problemas de saúde.

Àqueles que ninguém quer mesmo.

Dessa maneira, Greig levantou-se e, acostumado desde pequeno à alternância de animais, foi ao refúgio da cidade e perguntou sobre os cães que ninguém queria adotar por algum motivo ou outro.

Esses pequeninos finalmente encontraram a casa dos sonhos.

"Eu cresci com muitos animais. Meus pais adoravam animais e quase sempre me deixavam ter o que queria, desde que cuidasse deles ", disse Steve.

E foi assim que ele adotou o Eeyore, um pequeno chihuahua de 12 anos com problemas cardíacos e os quatro joelhos em péssimo estado.

Ele o levou para casa e o filhote tornou-se apenas o primeiro de muitos, pois mais tarde o homem generoso e nobre adotaria nove outros cães do abrigo.

Atualmente, ele tem oito cães idosos sob seus cuidados, além de cuidar do cão da irmã e do companheiro de quarto.

Dez seres únicos que, independentemente do trabalho que oferecem, no final do dia, são algo que Steve ama muito.

"Um dia normal para mim é acordar às 5 da manhã e preparar o café da manhã para todos, que, você sabe, são 10 cães e quase todos têm dietas diferentes", disse Greig.

A melhor coisa é ver como Greig se diverte com eles e como eles são educados.

Além disso, o homem volta do trabalho todos os dias no almoço para alimentá-los e garantir que tudo esteja em ordem.

No fim de semana, aproveita a oportunidade de levá-los em seu carro, ao cabeleireiro, enfim, para mimá-los ainda mais do que o normal e passar um tempo de qualidade com eles.

Mas, como se isso não bastasse, Greig é o orgulhoso pai de uma porca chamada Bikini, que, obviamente, ao lado daquela gangue de cães populosa, também jura que é um cachorro.

A família toda é adorável.

E é que, com cães mais velhos, é muito mais fácil interagir. Quando atingem uma certa idade, tornam-se mais sábios, reconhecem quem realmente são e o que querem da vida.

Certamente, você nunca esquecerá seu amado animal de estimação que se foi, mas com o tempo a dor e o sofrimento diminuirão e, quando chegar a hora, você pode se sentir pronto para um novo animal de estimação que precisa de uma família que o ame.

Compartilhe esta história emocionante de amor e doação. Os cães são capazes de curar o coração e a alma com amor e gratidão.



***


Que história linda! Parabéns Steve, que seu ato seja copiado no mundo todo. Gratidão! (MárciaSchmian)





Adaptação de Texto: Vida que Importa


Fonte: https://www.zoorprendente.com/